Marinho Produtos Digitais

LOGO MARINHO PD 2024

Mais resultados...

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

O CONHECIMENTO MUDA TUDO!

Saiba como enfrentar as 'pegadinhas' das entrevistas de emprego

10 técnicas para superar as perguntas mais difíceis nas entrevistas de emprego e garantir sua próxima oportunidade profissional.

Saiba como enfrentar as 'pegadinhas' das entrevistas de emprego
Saiba como enfrentar as 'pegadinhas' das entrevistas de emprego

Entrevistas de emprego podem ser repletas de perguntas difíceis e situações desconfortáveis. No entanto, com a preparação certa e as estratégias corretas, você pode superar essas ‘pegadinhas’ e destacar-se como o candidato ideal para a vaga.

Neste post, compartilhamos com você as 10 dicas mais valiosas para ajudá-lo a enfrentar com confiança as situações mais complexas em entrevistas de emprego.

>Entrevista de Emprego – Guia completo para arrasar nas entrevistas

>Entrevista de Emprego – 40 dicas do que ‘DIZER’ e ‘NÃO DIZER’ em entrevistas

1. Prepare-se para a famosa pergunta dos entrevistadores

1. Prepare-se para a famosa pergunta dos entrevistadores

Uma das perguntas mais comuns é “Fale sobre uma fraqueza sua”. A melhor forma de lidar com essa pergunta é identificar uma fraqueza real, descrever como você a descobriu e explicar as ações que você tomou para melhorá-la ou controlá-la.

Isso demonstra sua sinceridade, autoconhecimento e crescimento. Vamos dar um exemplo prático para você entender melhor:

Pergunta do entrevistador: “Fale sobre uma fraqueza sua”

Sua resposta utilizando 3 técnicas: Identificação da Fraqueza – Reconhecimento e Ação – Seus Resultados.

Identificação da Fraqueza:

“Uma das minhas fraquezas que identifiquei ao longo da minha carreira é que eu costumava ser excessivamente crítico em relação ao meu próprio trabalho. Sempre buscava a perfeição em todas as tarefas e muitas vezes gastava mais tempo do que o necessário revisando e aprimorando meu trabalho.”

Reconhecimento e Ação:

“No entanto, percebi que essa atitude estava me tornando menos eficiente e, às vezes, adiava projetos importantes. Então, decidi agir para melhorar essa fraqueza. Comecei a priorizar tarefas de acordo com sua importância e estabeleci prazos realistas para mim. Além disso, busquei feedback de colegas para ter uma visão mais equilibrada do meu trabalho.”

Seus Resultados:

“Essas ações me ajudaram a melhorar minha eficiência no trabalho e a reduzir a busca excessiva pela perfeição. Agora, sou capaz de concluir projetos no prazo e com mesma qualidade desejada. Além disso, aprendi a valorizar a busca pela excelência, mas de uma forma mais equilibrada.”

Neste exemplo, você identifica uma fraqueza real, demonstra autoconhecimento ao reconhecê-la e, em seguida, destaca as medidas que tomou para melhorá-la. Isso mostra que você é alguém que está disposto a crescer e se adaptar, o que é uma qualidade valorizada pelos empregadores.

2. Enfrente perguntas comportamentais

Mulher japonesa sentada em entrevista de emprego - imagem cor sepia

Perguntas como “Dê um exemplo de um conflito no trabalho e como você o resolveu” podem ser complicadas de responder. Use o método STAR (Situação, Tarefa, Ação, Resultado) para estruturar suas respostas de forma clara e convincente. Como estamos empolgados em te ajudar, vamos simular um exemplo clássico de como utilizar o método STAR:

Pergunta do entrevistador: “Dê um exemplo de um conflito no trabalho e como você o resolveu.”

Sua resposta usando o método STAR:

Situação (S): “Em meu emprego anterior como gerente de projetos em uma empresa de TI, enfrentei um conflito com um dos membros da equipe. O projeto estava atrasado, e havia discordâncias sobre a melhor maneira de recuperar o tempo perdido.”

Tarefa (T): “Minha responsabilidade era garantir que o projeto fosse entregue no prazo e dentro do orçamento. O conflito estava prejudicando a produtividade e afetando o moral da equipe.”

Ação (A): “Para resolver o conflito, primeiro convidei os membros da equipe envolvidos para uma reunião. Ouvi atentamente suas preocupações e perspectivas. Em seguida, facilitei a discussão para encontrar áreas comuns de acordo. Juntos, desenvolvemos um plano para ajustar a programação e redistribuir tarefas de maneira mais eficaz.”

Resultado (R): “Como resultado da nossa discussão e das mudanças implementadas, a equipe conseguiu recuperar o atraso no projeto e entregá-lo no prazo. Além disso, o ambiente de trabalho melhorou à medida que a comunicação e a colaboração foram fortalecidas. Isso serviu como um exemplo para todos de como resolver os conflitos pode levar a resultados positivos para a empresa.”

Usando o método STAR, você fornece uma resposta estruturada que destaca a situação, a tarefa, a ação e o resultado, permitindo que o entrevistador compreenda claramente como você resolveu a situação. Isso demonstra suas habilidades de resolver problemas e se comunicar de forma eficaz.

3. Lidando com a falta de experiência

Entrevistas de emprego - Lidando com a falta de experiência

Se você tem pouca experiência, concentre-se em suas habilidades transferíveis e experiências relacionadas. Mostre como suas habilidades podem beneficiar a empresa. Vamos ver um exemplo prático?

Pergunta do entrevistador: “Você parece ser um candidato promissor, mas percebemos que você tem relativamente pouca experiência na área. Como você acredita que sua falta de experiência pode ser superada?”

Sua resposta utilizando 5 técnicas poderosas: Identificação da Falta de Experiência – Destaque das Habilidades Relevantes – Experiências Relacionadas – Disposição para Aprender – Conclusão Otimista.

Identificação da Falta de Experiência:

“É verdade que minha experiência direta nesta área é limitada, mas eu acredito que minhas habilidades e paixão por aprender podem ser recursos valiosos para superar essa falta de experiência.”

Destaque das Habilidades Relevantes:

“Embora eu não tenha trabalhado especificamente nessa área, trago habilidades que podem ser aplicadas de forma eficaz. Por exemplo, sou altamente analítico, o que me permite abordar problemas complexos com uma mentalidade crítica. Também sou um comunicador eficaz e aprendo rapidamente, o que me permite me adaptar a novos ambientes e desafios.”

Experiências Relacionadas:

“Apesar de minha experiência ser limitada no momento para o cargo, quero destacar que já tive experiências em situações semelhantes em trabalhos anteriores. Por exemplo, em meu trabalho anterior como [cargo anterior], enfrentei desafios relacionados a [desafio relacionado]. Aprendi a abordar essas situações com sucesso, e estou confiante de que posso aplicar essa experiência em situações mais amplas.”

Disposição para Aprender:

“Além disso, estou totalmente disposto a aprender e crescer nessa empresa. Estou comprometido em buscar oportunidades de desenvolvimento profissional, como cursos adicionais e mentorias, para acelerar minha curva de aprendizado.”

Conclusão Otimista:

“Embora minha falta de experiência direta possa ser vista como um desafio, estou confiante de que minhas habilidades, paixão e disposição para aprender me tornam um candidato valioso. Estou comprometido em contribuir efetivamente para a equipe e adquirir a experiência necessária para ter sucesso nesta função.”

Neste exemplo, o candidato reconhece sua falta de experiência, mas destaca suas habilidades relevantes, experiências relacionadas e disposição para aprender e crescer. Isso demonstra um compromisso com o sucesso na nova função, apesar da falta de experiência direta.

4. Perguntas Inesperadas

Mulher loira em entrevista de emprego recebe uma pergunta inesperada

Esteja preparado para perguntas inesperadas, como “Se você fosse um super-herói, qual superpoder você escolheria e por quê?” Nessa hora, mantenha a calma e responda de forma criativa, mas relacionada ao trabalho, para mostrar seu pensamento rápido. Vamos ver um exemplo de como essa pergunta poderia ser respondida:

Pergunta inesperada do entrevistador: “Se você fosse um super-herói, qual superpoder você escolheria e por quê?”

Sua resposta utilizando 4 técnicas criativas e eficazes: Abordagem Criativa e Relevante – Conexão com Habilidades Profissionais – Criatividade e Pensamento Rápido – Conclusão inteligente.

Abordagem Criativa e Relevante:

“Essa é uma pergunta interessante! Se eu fosse escolher um superpoder, optaria pela capacidade de telepatia. A razão para essa escolha é que a telepatia me permitiria compreender profundamente as necessidades e expectativas das pessoas ao meu redor, o que seria inestimável em um ambiente de trabalho. Seria uma ferramenta valiosa para aprimorar a comunicação, solucionar conflitos e colaborar de maneira mais eficaz.”

Conexão com Habilidades Profissionais:

“Embora a pergunta seja sobre superpoderes, minha escolha reflete meu foco na comunicação e na compreensão das pessoas. No ambiente de trabalho, a capacidade de compreender as motivações e expectativas dos colegas e clientes é essencial para o sucesso em projetos e relações profissionais.

Criatividade e Pensamento Rápido:

“Essas perguntas inesperadas são uma oportunidade para demonstrar criatividade e pensamento rápido. Embora a pergunta seja descontraída, estou preparado para responder de forma a destacar minhas habilidades e qualidades relevantes para o ambiente de trabalho.”

Conclusão inteligente:

“Mesmo diante de perguntas inesperadas, estou comprometido em responder de maneira criativa e relevante. Acredito que essa pergunta é para testar minha adaptabilidade e capacidade de pensar fora da caixa quando necessário.”

Neste exemplo, o candidato lida com uma pergunta inesperada de maneira criativa, relacionando sua resposta a habilidades relevantes para o ambiente de trabalho, como comunicação e compreensão das necessidades das pessoas. Isso demonstra sua adaptabilidade e capacidade de pensar rapidamente.

5. Comunique seus Pontos Fortes

Homem negro contando seus Pontos Fortes em entrevista

Destaque suas habilidades e conquistas ao responder perguntas sobre seus pontos fortes. Use exemplos específicos que demonstrem como suas habilidades são relevantes para o cargo. Vamos ver um exemplo?

Pergunta do entrevistador: “Quais você considera serem seus pontos fortes?”

Para responder essa pergunta perigosa, utilize essas 5 técnicas: Identificação dos Pontos Fortes – Exemplos de Sucesso – Relevância para o Cargo – Compromisso com o Aprendizado – Conclusão Confiante.

Identificação dos Pontos Fortes:

“Um dos meus principais pontos fortes é a capacidade de liderança. Ao longo de minha carreira, tive a oportunidade de liderar equipes em vários projetos e funções. Isso me permitiu desenvolver habilidades sólidas de comunicação, tomada de decisão e motivação de equipes para alcançar metas comuns.”

Exemplos de Sucesso:

“Um exemplo concreto do meu ponto forte em liderança foi quando atuei como líder de projeto em [projeto específico]. Fui responsável por montar e liderar uma equipe de profissionais em direção à conclusão bem-sucedida do projeto, mesmo diante de desafios. Durante esse projeto, conseguimos entregar o trabalho antes do prazo e dentro do orçamento.”

Relevância para o Cargo:

“Acredito que minha capacidade de liderança é particularmente relevante para este cargo, pois envolve a coordenação de equipes e a garantia de que os projetos sejam executados de maneira eficaz. Além disso, minha habilidade em motivar os membros da equipe a alcançar alto desempenho pode contribuir para o sucesso desta função.”

Compromisso com o Aprendizado:

“Além da liderança, outro ponto forte meu é a disposição de aprender e me adaptar a novos desafios. Estou sempre buscando oportunidades de aprimoramento profissional, como [cursos ou treinamentos relevantes], para continuar a crescer e contribuir positivamente para a equipe.”

Conclusão Confiante:

“Acredito que minha capacidade de liderança, comprovada por experiências anteriores, é um ativo valioso que posso trazer para este cargo. Estou comprometido em utilizar meus pontos fortes para contribuir para o sucesso da equipe e alcançar os objetivos da empresa.”

Neste exemplo, o candidato identifica seus pontos fortes, fornece exemplos concretos de sucesso, relaciona esses pontos fortes para o cargo em questão e destaca seu compromisso com o aprendizado contínuo. Isso demonstra sua capacidade de comunicar seus pontos fortes de maneira eficaz.

6. Lidando com Perguntas sobre Salário

Lidando com Perguntas sobre Salário em entrevistas

Quando questionado sobre suas expectativas salariais, pesquise previamente faixas salariais para cargos semelhantes na região. Evite dar um número exato, optando por uma faixa para permitir negociações. Vamos ao nosso exemplo:

Pergunta do entrevistador: “Qual é a sua expectativa salarial para este cargo?”

Sua resposta pode utilizar 5 técnicas persuasivas: Abordagem Salarial Flexível – Pesquisa de Mercado – Ênfase no Valor Agregado – Pergunta de Retorno – Conclusão sólida.

Abordagem Salarial Flexível:

“Minha principal prioridade é garantir que esta seja a oportunidade certa para minha carreira, e estou aberto a discutir a faixa salarial que vocês consideram adequada para o cargo. Entendo que o salário é baseado em vários fatores, como experiência, responsabilidades e localização geográfica, e estou disposto a considerar uma faixa salarial competitiva para a função.”

Pesquisa de Mercado:

“Antes de chegar a esta entrevista, conduzi uma pesquisa de mercado para entender as faixas salariais típicas para posições similares na região. Com base nessa pesquisa, estou ciente de que a faixa salarial média para esta função está entre [faixa salarial média]. No entanto, estou interessado em ouvir mais sobre os detalhes específicos deste cargo e como minha experiência se alinha com as expectativas da empresa.”

Ênfase no Valor Agregado:

“O salário é importante, mas estou mais interessado em como minha contribuição pode agregar valor à equipe e à organização como um todo. Estou confiante de que minha experiência e habilidades podem ser benéficas para o sucesso da empresa, e estou disposto a considerar uma oferta salarial que reflita meu potencial contributivo.”

Pergunta de Retorno:

“Além disso, gostaria de saber mais sobre os benefícios e outros incentivos que a empresa oferece, como oportunidades de crescimento, pacotes de benefícios, treinamento e desenvolvimento, que também são importantes considerações para mim.”

Conclusão sólida:

“Em resumo, estou flexível em relação à expectativa salarial e estou mais interessado em garantir um ajuste sólido entre minha experiência e as necessidades da empresa. Estou ansioso para discutir mais detalhes sobre o cargo e encontrar um acordo salarial que funcione para ambas as partes.”

Neste exemplo, o candidato aborda a pergunta sobre salário com uma abordagem flexível, demonstrando compreensão das faixas salariais do mercado e enfatizando seu interesse em encontrar um ajuste sólido entre sua experiência e as necessidades da empresa. Isso permite uma negociação mais aberta e produtiva.

7. Gerenciando Perguntas sobre Demissões Anteriores

Respondendo perguntas sobre demissões anteriores

Se você foi demitido anteriormente, explique a situação com honestidade, destaque o que aprendeu com a experiência e como a utilizou para crescer profissionalmente.

Pergunta complicada do entrevistador: “Por que você foi demitido de seu emprego anterior?”

Para se sair bem dessa pegunta, utilize essas 5 técnicas importantes: Honestidade e Autoconhecimento – Aprendizado e Crescimento – Relação com a Vaga Atual – Referências Positivas – Conclusão Confiante.

Honestidade e Autoconhecimento:

“Fui demitido de meu emprego anterior devido a uma reestruturação da empresa que resultou na eliminação de algumas posições, incluindo a minha. É importante para mim ser honesto sobre isso e reconhecer que as mudanças organizacionais acontecem.”

Aprendizado e Crescimento:

“Após minha demissão, aproveitei a oportunidade para refletir sobre minha carreira e buscar oportunidades de desenvolvimento. Fiz cursos adicionais e participei de treinamentos para aprimorar minhas habilidades e me manter atualizado com as tendências da indústria.”

Relação com a Vaga Atual:

“Eu acredito que essa experiência me permitiu crescer e me tornar um profissional mais resiliente e adaptável. Estou empolgado com a oportunidade de aplicar o que aprendi em meu emprego anterior nesta posição. Sinto que minhas experiências passadas me tornaram um candidato mais forte e capaz de lidar com desafios e mudanças de forma construtiva.”

Referências Positivas:

“Se desejar, estou à disposição para fornecer referências de colegas e supervisores de meu emprego anterior, que podem confirmar minha contribuição positiva à equipe e minha conduta profissional.”

Conclusão Confiante:

“Em resumo, minha demissão anterior foi uma circunstância específica e não reflete minha capacidade ou comprometimento com o sucesso em minha carreira. Estou focado no futuro e entusiasmado com a oportunidade de contribuir para o sucesso da equipe nesta função.”

Neste exemplo, o candidato lida com a pergunta complicada sobre demissão anterior com honestidade, destaca o aprendizado e crescimento resultantes da experiência, e enfatiza sua capacidade de se adaptar a desafios e mudanças. Isso demonstra uma atitude positiva e construtiva em relação a experiências passadas.

8. Demonstre Entusiasmo e Adaptação

Entrevistadora feliz com candidato a vaga de emprego

Mostre entusiasmo pela empresa e pelo cargo durante a entrevista. Além disso, demonstre sua capacidade de adaptação a novos desafios e situações. Vamos ao nosso exemplo:

Pergunta do entrevistador: “Como você lida com mudanças e desafios inesperados no trabalho?”

Para responder essa pergunta da forma correta, utilize essas 5 técnicas: Entusiasmo pela Adaptação – Exemplo Prático – Flexibilidade e Aprendizado Contínuo – Contribuição Positiva para a Equipe – Conclusão Otimista.

Entusiasmo pela Adaptação:

“Encaro mudanças e desafios inesperados como oportunidades para crescimento e aprendizado. Na verdade, vejo a adaptação como uma das minhas forças. Em vez de resistir às mudanças, eu as abraço com entusiasmo e estou sempre disposto a enfrentar novos desafios.”

Exemplo Prático:

“Recentemente, em meu emprego anterior, fomos confrontados com uma mudança súbita nas prioridades do projeto devido a uma mudança nas necessidades do cliente. Em vez de entrar em pânico, minha equipe e eu nos reunimos para avaliar a situação. Adotamos uma postura colaborativa e ajustamos nossos planos e estratégias para atender às novas exigências do cliente. O resultado foi um projeto bem-sucedido, entregue no prazo e com alta satisfação do cliente.”

Flexibilidade e Aprendizado Contínuo:

“Minha capacidade de adaptação está ligada ao meu desejo de aprender e crescer. Sempre procuro oportunidades de desenvolvimento profissional, como cursos e treinamentos, para aprimorar minhas habilidades e estar preparado para os desafios em constante evolução do ambiente de trabalho.”

Contribuição Positiva para a Equipe:

“Acredito que meu entusiasmo pela adaptação e minha mentalidade de crescimento podem ser uma vantagem para a equipe e a empresa como um todo. Estou sempre disposto a colaborar, encontrar soluções criativas e apoiar meus colegas para superar obstáculos e alcançar nossas metas.”

Conclusão Otimista:

“Em resumo, estou animado com a oportunidade de contribuir para uma equipe dinâmica e enfrentar desafios inesperados com entusiasmo e adaptabilidade. Acredito que minha personalidade positiva e flexibilidade podem ser ativos valiosos para a empresa.”

Neste exemplo, o candidato demonstra entusiasmo pela adaptação, destaca uma experiência prática de lidar com mudanças e enfatiza a importância do aprendizado contínuo. Essa prática ressalta a capacidade do candidato de contribuir positivamente em um ambiente de trabalho em constante mudança e evolução.

>Entrevista de Emprego – Guia completo para arrasar nas entrevistas

>Entrevista de Emprego – 40 dicas do que ‘DIZER’ e ‘NÃO DIZER’ em entrevistas

9. Prepare Perguntas sobre a Empresa

Homem fazendo pergunta ao entrevistador de emprego

Ao final da entrevista, faça perguntas inteligentes sobre a empresa e o cargo. Isso demonstra seu interesse genuíno e o desejo de entender melhor o ambiente de trabalho. Veja um exemplo importante do que você pode perguntar nessa hora:

Pergunta do entrevistador: “Você tem alguma pergunta sobre a nossa empresa ou o cargo?”

Ao utilizar 2 perguntas estratégicas, você induzirá o entrevistador a esclarecer várias questões de se interesse:

Sua primeira pergunta estratégica: “Gostaria de saber mais sobre a cultura da empresa e como ela apoia o crescimento e o desenvolvimento de seus funcionários. Além disso, quais são os projetos ou iniciativas futuras em que a equipe está envolvida?”

Provável resposta do entrevistador com base na sua pergunta:

Cultura da Empresa: O entrevistador compartilha informações sobre a cultura da empresa, destacando os valores da empresa e seu compromisso com o desenvolvimento profissional dos funcionários. Eles também mencionam programas de treinamento e oportunidades de crescimento interno.

Projetos Futuros: O recrutador explica alguns dos projetos atuais da empresa, incluindo um novo projeto inovador que a equipe está prestes a iniciar. Eles falam sobre como os funcionários têm a oportunidade de contribuir para projetos emocionantes e crescer com a empresa.

Sua segunda pergunta estratégica: “Como a empresa avalia o sucesso nesta posição em particular e quais são as expectativas para o desempenho no primeiro ano?”

Provável resposta do entrevistador com base na sua pergunta:

Avaliação do Sucesso: O entrevistador descreve como o sucesso no cargo é medido, destacando metas específicas e responsabilidades-chave. Eles mencionam a importância de alcançar marcos e a contribuição para os objetivos gerais da empresa.

Expectativas de Desempenho: O entrevistador explica que, no primeiro ano, eles esperam que o novo contratado se integre rapidamente à equipe, compreenda os processos e comece a contribuir ativamente para os projetos em andamento. Eles enfatizam a importância da comunicação eficaz e do trabalho em equipe.

Fazer perguntas preparadas sobre a empresa e o cargo disponível não apenas demonstra interesse genuíno, mas também ajuda você a entender melhor se a empresa e o cargo são o ajuste certo para suas metas e habilidades. Além disso, isso mostra que você está comprometido em contribuir positivamente para o sucesso da empresa.

10. Seja Autêntico

Como lidar com situações de estresse no trabalho

Por fim, lembre-se de ser autêntico e verdadeiro durante a entrevista. Entrevistadores valorizam candidatos genuínos. Não tente ser alguém que você não é, pois, isso pode prejudicar sua adaptação à cultura da empresa. Vamos ver um exemplo sobre isso?

Pergunta do entrevistador: “Como você lida com situações de estresse no trabalho?”

Para responder essa pergunta, sua resposta deve ser sincera, mas cuidado para não se prejudicar.

Utilize essas 5 técnicas para se sair bem na sua resposta: Autenticidade e Autoconhecimento – Experiência Prática – Comunicação Aberta – Valorização da Autenticidade – Valorização da Autenticidade – Fechamento Otimista.

Autenticidade e Autoconhecimento:

“Quando se trata de lidar com situações de estresse no trabalho, acredito que a autenticidade é fundamental. Em vez de tentar esconder meus sentimentos, sou aberto sobre como me sinto e busco apoio quando necessário. É importante para mim ser honesto comigo mesmo e com os outros.”

Experiência Prática:

“Há algum tempo, enfrentei uma situação de estresse em um projeto crucial. Em vez de tentar encobrir minha ansiedade, compartilhei minhas preocupações com minha equipe e meu gerente. Juntos, encontramos soluções para aliviar a pressão, reorganizar tarefas e definir expectativas realistas. No final, o projeto foi bem-sucedido.”

Comunicação Aberta:

“Acredito que a comunicação aberta e a busca de soluções colaborativas são a chave para lidar com o estresse no trabalho. Isso não apenas ajuda a resolver desafios, mas também fortalece as relações de equipe.”

Valorização da Autenticidade:

“Além disso, acredito que a autenticidade é um valor que a empresa valoriza, o que me atrai para esta oportunidade. Acredito que quando somos autênticos, podemos enfrentar desafios com mais confiança e construir relações mais sólidas.”

Fechamento Otimista:

“Em resumo, a autenticidade é parte integrante da minha personalidade para lidar com o estresse no trabalho. Estou comprometido em ser genuíno, comunicativo e aberto para trabalhar de forma eficaz em equipe e superar desafios com confiança.”

Neste exemplo, o candidato destaca a importância da autenticidade em sua resposta de como lidar com o estresse no trabalho, compartilhando uma experiência prática em que a autenticidade e a comunicação aberta são fundamentais para o sucesso.

Com essas 10 dicas valiosas, você estará mais bem preparado para enfrentar as ‘pegadinhas’ das entrevistas de emprego. A confiança e a preparação são a chave para o sucesso!

Se você gostou e deseja saber ainda mais sobre entrevistas de emprego, e se tornar um verdadeiro ninja no assunto, não deixe de dar uma olhada nos materiais digitais que preparamos para ajudar você!

>Entrevista de Emprego – Guia completo para arrasar nas entrevistas

>Entrevista de Emprego – 40 dicas do que ‘DIZER’ e ‘NÃO DIZER’ em entrevistas

Muito obrigado pelo seu tempo e nos vemos no seu sucesso!